Pesquisar este blog







Autor: Barbara Quick 
Gênero: Romance Estrangeiro 
N° de páginas: 352
Editora: Bertrand Brasil
ISBN: 8528613909


A Veneza do século XVIII, do alto de seu esplendor e decadência, é recriada pela autora deste romance. Personagens e contexto históricos construídos a partir de pesquisa e imaginação literária numa história de desejo e intriga, verdades ditas pela metade e mentiras venenosas. 'As Virgens de Vivaldi' apresenta a história de Anna Maria dal Violin, uma personagem real que viveu em Veneza no início do século XVIII. Órfã moradora do Ospedale dela Pietà orfanato onde as crianças recebem orientação musical (Esse tipo de orfnato era muito comum na Italia do século XVIII) Anna Maria, apesar de muito jovem, desperta o interesse de Vivaldi devido à sua excelente habilidade com o violino. A protagonista, que narra a história já na idade adulta e por meio de cartas que escreveu quando criança é talentosa e trabalha arduamente no aprimoramento de suas qualidades artísticas. Contudo seus maiores desejos são: descobrir quem é sua mãe biológica e conhecer o mundo fora do orfanato. Isto a leva a fugir para fora de sua casa e cair no submundo de Veneza, cidade onde durante metade do ano as pessoas usam máscaras e se enclausuram no anonimato do carnaval. 'As Virgens de Vivaldi' lança um olhar no interior da fonte da herança musical de Vivaldi, que se entrelaça com a história de uma jovem à beira da maturidade em lugar e época marcantes.




O livro é ambientado  na Veneza do século XVIII,  Anna Maria dal Violin é apenas mais uma órfã do Ospedale della Pietà, orfanato que de fato existiu e onde ninguém mais, ninguém menos que Antonio Lucio Vivaldi ensinava violino para as meninas.

As meninas que tem talento para a música, estudam partituras depois das aulas, já as menos sortudas tinham que trabalhar nos serviços braçais, Anna Maria é uma das alunas mais talentosas, mas por sua ousadia e insistência em descumprir as regras, acaba passeando pela parte menos favorecida do orfanato, mas isso não dura muito tempo.



Anna passa o livro tentando descobrir o porquê de ter sido abandonada e quem é de fato sua mãe, e para descobrir tudo isso ela não mede esforços, procuram informações, se arrisca e vai atrás, se ela descobre? Bom, só lendo o livro.


O trama tem uma carga histórica incrível, você se depara com um Handel louco apaixonado, histórias sórdidas do Padre Vermelho, até uma possível filha de Vivaldi aparece na trama.


A  história é linda, as descrições de La Sereníssima são de tirar o folêgo, a música que envolve toda a trama, os mistérios do padre vermelho, realmente eu achei um ótimo livro!

O livro é simplesmente apaixonante, eu sou fã de Vivaldi e confesso ter comprado mais pelo título, mas assim que cheguei em casa e comecei a ler fiquei fascinada, li ele todo muito rápido e fiquei com aquela maravilhosa sensação de quero mais, já sou totalmente apaixonada pelo pouco que conheço das histórias de Veneza e depois dessa obra, só penso no dia que poderei conhecer esse magnífico lugar.






Um Comentário

  1. Thank you, Andy, for your beautiful review of my novel!

    Bjs
    Barbara

    ResponderExcluir

E você o que achou?